sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

EL VY DE SECRETÁRIA!

CHK CHK CHK, SEMPRE EM FESTA!





















O colectivo californiano Chk Chk Chk (!!!) comandado pelo irrequieto Nic Offer editou em 2015 o seu sexto registo longo a que chamou "As If". Quem, por acaso, ouviu nas nossas selecções 3X20 dos últimos meses pode reparar que há por lá quase obrigatoriamente um tema retirado desse disco, um vício a que não conseguimos resistir muito à custo de uma balanço funk-dance-punk a que a banda nos foi habituando ao longo dos anos. Então ao vivo, muito por culpa do espectáculo Offer, tamanha agitação ganha contornos caóticos como os que aconteceram no Primavera Sound portuense de 2014 e que, talvez, se venha a repetir num fim de noite de um qualquer festival nacional (certo é que eles já estiveram em quase todos, só faltará o Serralves em Festa!). A última "aparição" tem poucos dias e resume-se a uma paródia a cargo, claro, de Offer em versão "emplastro" que serviu para fazer saltar mais um single gingão e a que decidimos juntar outros dois mais antigos, é certo, mas igualmente irresistíveis. Party!!!         





BEN WATT, A TERCEIRA VEZ!













A sugestão do início do mês caída na rede pareceu-nos irresistível - tornar a ouvir o primeiro álbum a solo de Ben Watt editado em 1983 e onde cabia também um fabuloso EP com Robert Wyatt. Tem sido nas últimas semanas um prazer renovado a sua escuta, canções sem tempo nem lugar em que a cara metade dos Everything But The Girl se mostrava timidamente ao mundo. Foi preciso esperar por 2014 para que Watt gravasse novamente um disco a sério e "Hendra" foi, sem dúvida, uma boa surpresa que contava com a colaboração decisiva de Bernard Butler, fundador e mentor dos saudosos Suede. Aproveitamos para recordar uma das canções primaveris que resultou desta colaboração, aqui numa versão ao desafio, parceria que se estende no corrente ano a uma intensa digressão com paragem no Primavera Sound Barcelona mas infelizmente já sem espaço (agenda!) para se repetir no Porto. Ah, é verdade, Ben Watt que também se dedica de alma e coração à escrita, gravou já um terceiro disco de originais chamado "Fever Dream", sai em Março, e tem neste fabuloso "Gradually" um primeiro avanço com direito a pequeno filme registado em Hackney e Islington no Norte de Londres pelo jovem realizador galês John Jeanes.    



quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

JEFF BUCKLEY, UMA PESSOA COMUM!





















O anunciado disco de versões de Jeff Buckley chamado "You And I" que a Columbia Legacy promete para Março próximo teve já uma antecipação irresistível. No âmbito da Black Friday de Novembro passado e com o selo da "Record Store Day" saiu um single de 7" com a cover de "Everyday People", canção de 1968 da Sly And The Familly Stone, um dos primeiros êxitos da banda a alcançar o número um de vendas americano e que seria incluído no álbum do ano seguinte "Stand". É essa malha que surge no lado B da pequena rodela o que a torna numa saborosa peça de colecção onde a inédita interpretação de Buckley surge quase acústica e sem a veia pop-soul do original, mas definitivamente clássica. A mensagem ("no better / and neither are you / we are the same / whatever we do"), essa continua mais que actual e necessária!



quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

LA SERA, MÚSICA PARA OUVIR MÚSICA!





















O regresso da menina Katy Goodman e o seu alter-ego La Sera está marcado para o mês de Fevereiro. A onda é desta vez mais pop, sem o vinco quase punk do anterior disco ("Hour Of The Dawn" de 2014) muito à custa da parceria com Todd Wisenbaker, guitarrista e co-autor das canções que surgirão neste novo "Musis For Listening To Music To". O agora duo e, ao que parece, casal oficial, tem a colaboração de Ryan Adams na produção, uma ajuda que resulta da colaboração de Wisenbaker com o próprio Adams no registo das guitarras do inusitado álbum de versões de Taylor Swift. Aqui ficam as primeiras notas...

UAUU #300

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

THE ARCS DE SECRETÁRIA!

LITTLE WINGS, UMA LENDA VIVA!





















O nome Little Wings era aqui na casa, até há pouco tempo, um projecto com quem Feist tinha realizado um dueto em 2010 para incluir num DVD retrospectivo da canadiana e que, na altura, não deixamos de partilhar por aqui. Só que atrás desse nome está Kyle Field, um multifacetado artista californiano que também é ilustrador ou pintor e que gravou já mais de uma dúzia de discos de uma doçura inexplicável, seja pela ambivalência da voz seja pela remarcável beleza dos temas que balançam entre o intemporal Brian Wilson, Bonnie Prince Billy, Devendra Banhart ou o incontornável Bill Callahan. O último álbum "Explains" lançado em Maio de 2015 é o exemplo perfeito desta grandeza, uma pérola de onze nichos/canções que o elevam a um estatuto de "lenda viva" por gente como os Real Estate ou Kevin Morby. Agarrem-no logo que possam...






domingo, 24 de janeiro de 2016

JACCO GARDNER, Café Concerto CCVF, Guimarães, 23 de Janeiro de 2016

















Desde que se estreou em 2011 por terras lusas ainda encoberto no duo The Skywalkers, o holandês Jacco Gardner tem repetido a visita em diversas ocasiões ora em salas da Invicta (Hard Club em 2015 e Passos Manuel em 2014) ora em ambiente de festival como no Milhões barcelence de 2013. Só desta vez, contudo, tivemos a felicidade de comparecer à celebração nocturna, um serão bem preenchido de público e com ambiente bastante acalorado a puxar à bebida, onde, sem contemplações, desfilaram as canções do último "Hypnophobia", expressão alusiva a um certo medo de dormir que funciona como um exercício de psicadelismo sem idade e de elevado calibre. O álbum em versão ao vivo é ainda mais vibrante muito à custa de um poderoso colectivo instrumental que rapidamente espalhou uma dose de intensidade eficaz em canções como "Outside Forever" ou "Before Down", quase dez saborosos minutos de transe hipnótico! Simples, eficaz e, acima de tudo, cativante e sem rodeios, tamanha receita sonora estava bem espelhada nos rostos de um plateia satisfeita e que, sem esforço, se tornou já um público fiel. É só esperar pela próxima oportunidade que, como prometido, estará já agendada para muito em breve...        








sábado, 23 de janeiro de 2016

(RE)LIDO #74



















SÓ DESISTO SE FOR ELEITO
de Manuel João Vieira. Lisboa: Artemágica, 2004
"Só desisto de beber se for eleito"
"Mais sério do que isto já não é política, já é vida real"
"Portugal está uma pia. Vieira promove utopia"
Em dia de reflexão para a eleição presidencial de amanhã, estes três slogans do candidato Vieira da campanha de 2001 continuam e, certamente, continuarão a fazer todo o sentido. Atendendo à qualidade da discussão entre os dez cidadãos candidatos em 2016, atendendo ao (não) estado do país, atendendo à nossa indecisão em quem votar, é pena que o candidato Vieira não tenha desta vez avançado seriamente para Belém apesar de não ter deixado de comparecer nas ondas hertezianas. Teria elevado em muito o dia-dia dos penosos últimos quinze dias. Como diria o próprio, "vou ser eleito porque é impossível ganhar", o que nos remete para a brilhante crónica de Ferreira Fernandes no "Diário de Notícias" de hoje, uma utopia sarcástica que responde a esta verdadeira pantomina em que se transformou a política e, acima de tudo, a classe dos políticos. O Pacheco Pereira disse que não sabia ainda em quem iria votar, o que é o estado de alma de uma imensidão de portugueses envergonhados com quem os poderá a vir a presidir. Talvez a leitura deste repositório de "ideias", as tais que os candidatos dizem sempre apresentar, permitisse melhorar a colorir o cinzentismo do debate. É que se for para nos dar música como a que foi "tocada" nos últimos oito anos, então que seja música de qualidade... sempre vamos, pelo menos, sorrindo!            





segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

WHITE DENIM, PRONTOS A ESTOURAR!





















Com dois grandes discos já editados ("D" e "Corsicana Lemonade") que aqui pela casa continuam a fazer furor, os White Denim regressam em 2016, ano que, esperamos, lhes faça finalmente justiça e multiplique o êxito. Reconhecidos como uma máquina de rock psicadélico e de todos os outros afluentes, que impressionam também ao vivo - que o digam os Tame Impala que o confessaram de viva voz para a posteridade - o álbum receberá o simples título de "Stiff", sai em Março e a digressão que se segue promete agitar grandes plateias como as que estão já agendadas para vários festivais americanos e que certamente também dará a volta à Europa. Aqui fica o primeiro estouro...

UAUU #298

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

IRRESISTÍVEL PROFESSOR GONZALEZ!















Ao longo de 2014 e 2015 e a convite do canal alemão WDR1, o irrequieto Chilly Gonzalez tem desconstruído algumas canções pop ao piano num programa intitulado "Chilly Gonzalez Masterclasses: Pop Music". Será difícil escolher um destes hilariantes momentos de pedagogia musical, uma mistura confluente de classicismo, antiguidades ou pérolas sem idade, que só o talento arrebatador do "musical genius" canadiano permite e que nos cola ao ecrã instantaneamente. Irresistível! Aqui deixamos duas abordagens em que se eleva o génio de Bowie, um deles integrante do documentário "David Bowie, L'Homme Cent Visages" que o canal France4 emitiu no passado da 6 para assinalar o lançamento do disco "Blackstar" (para ver na sua totalidade já no Youtube).



NATALIE MERCHANT DE SECRETÁRIA!

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

ELEANOR FRIEDBERGER, NOVO OLHAR



















Estará cá fora dia 22 de Janeiro o novo álbum de Eleanor Friedberger chamado "New View". Para além de um recente video para o tema "Sweetest Girl" a artista passou pelo estúdio/arquivo improvisado da revista Paste e deixou-nos alguns pedacinhos a solo que talvez se repitam por perto na digressão que a trará à Europa já em Fevereiro. Pode ser que...





BOWIE, RECORDANDO ALVALADE!

                                          Arquivo "Diário de Notícias"










Arquivo "Diário de Notícias"




















14 de Setembro de 1990. Rumo ao Estádio de Alvalade, que era para ser o Restelo, viajamos à bolina do Porto para Lisboa na companhia dos amigos HugTheDj, mastigamos qualquer coisa rápido numa "lanchonette" e saltamos para o meio dos vinte mil que esperavam David Bowie há muito tempo. Ontem, via RTP Memória, foi com um nozinho na garganta e um brilhozinho nos olhos que recordamos essa noite para todos os efeitos memorável que, na altura, a RTP transmitiu (em directo?) e onde desfilaram as canções que todos queríamos sentir! Não percam (grande serviço público)!



segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

DAVID BOWIE (1947-2016)
















Não saberíamos nunca como dar esta notícia porque, mesmo não parecendo, David Bowie era mesmo deste mundo de terra azul. A sua morte, tal como a sua vida, será sempre um misterioso ponto de partida... Peace!    

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

FAMÍLIA VOLEIBOLÍSTICA!




















Estes quatro miúdos de Cheltenham, Filadélfia, E.U.A., andam a estudar juntos (?) na mesma escola e decidiram formar uma banda, o que acontece, e ainda bem, um pouco por toda a parte. Surpresa agradável e inédita (?) é o nome artístico escolhido para o projecto - Family Volleyball! Nós que durante anos a fio sempre fizemos parte de uma dita família voleibolística, ligação umbilical cada vez mais informal que ainda mantemos às sextas-feiras à noite, só temos é que que lhes dar os parabéns mesmo não sabendo se são praticantes da modalidade mais bonita à face da terra ou se, simplesmente, escolheram o nome porque soa bem. Quanto à música, há já dois Ep's editados cheios de guitarras atraentes e uma sessão no programa "The Key Studio Sessions " da WXPN, rádio universitária da cidade, onde se confirmam todas as esperanças... voleibolísticas!              

THE INNOCENCE MISSION, DE OLHOS EM BICO!





















Sobre os The Innocence Mission é melhor tentar não dizer muito... basta ouvir as suas canções e os seus discos como o último editado em Outubro passado para os transformar num caso de avareza sonora que queremos só nosso, só para nós! Para acompanhar a edição desse último álbum pela Ásia, a editora japonesa P-Vine convidou o crítico musical Yuki Yamamoto para escolher duas dúzias de canções da dupla Karen e Don Peris a incluir numa compilação exclusiva chamada "For Quiet Corner" com a habitual e linda capa a cargo da própria Karen. Entre versões e um inédito, há pérolas atrás de pérolas para ouvir enquanto a chuva cai ao jeito de um desumidificador sonoro que nos aquece sem contemplações. Não resistimos, contudo, a trazer até aqui este encantador "When the One Flowered Suitcase" do recente "Hello I Feel The Same" numa versão radiofónica enquanto suspiramos por uns raios de sol...

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

BOWIE VINTAGE!

É puro deleite...

STONES EM EXIBIÇÃO














É uma das grandes exposições marcadas para o novo ano e promete! Os Rolling Stones e tudo à volta a partir de 5 de Abril na Saachi Gallery de Londres num projecto apropriadamente intitulado "Exhibitionism". Já há bilhetes. Dá mais que vontade de regressar a terras britânicas...