segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

LAURA MARLING, SEMPRE INQUIETANTE!





















Aproxima-se mais um disco monumental de Laura Marling algo a que a cantautora inglesa nos tem habituado nos últimos anos e que receberá o nome de "Sempre Femina". O pedacinho que por aqui já deixamos não engana e a auto-realização do video para esse "Soothing" é só uma primeira "reflexão" interior pela condição do que é ser artista no feminino nos dias de hoje. A propósito, Marling viajou para os E.U.A. onde entrevistou lendas como Dolly Parton ou Emmylou Harris ou então parceiras como Karen Olsen e as Haim sem descurar conversas com novos talentos britânicos como Shura ou Marika Hackman. Os testemunhos devidamente reunidos no site Reversal of the Muse tentam desvendar a sua inquietação constante sobre a sexualidade, a música e a vida. Apesar de jovem - 26 anos! - as canções de Marling continuam a confirmar uma notável maturidade artística como o comprova o novo tema "Wild Fire" e outros tantos estreados muito recentemente numa sessão radiofónica. Só é pena que estreia portuguesa ao vivo tarde em acontecer e ouvindo e vendo, por exemplo, o concerto que realizou em Fevereiro passado em Bristol que está agora todinho online, rapidamente se pergunta como é que se pode passar ao lado de um talento deste calibre...      




UAUU #362

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

STEVE SMYTH NO MINHO!





















O australiano Steve Smyth tem dois concertos agendados para hoje e amanhã em Guimarães e Barcelos. Mais informações aqui. Quem puder, é ir...



quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

ROCKY RACOON #12

























Este anúncio do jornal "Público" de 23 de Dezembro passado era impossível passar-nos despercebido - página ímpar inteiramente a preto e branco, uma icónica fotografias dos The Beatles e uma marca de relógios prestigiada, aguçaram-nos a curiosidade para tentar saber mais e... sonhar. O produto, um clássico da casa suiça chamado maestro, recebeu os treze títulos dos álbuns da banda ao redor do mostrador substituindo os números e na posição das 4 horas a reprodução da célebre capa do disco "Help" editado em 1965 com logótipo oficial bem centrado no mostrador. Simples, clássico, eterno! A edição limitada pretendeu em 2016 comemorar os quarenta anos da Raymond Weill e dizem que foram somente produzidos três mil exemplares da peça anunciada por cá estrategicamente na ante-véspera de Natal! Pena o preço de tamanha tentação - andar no pulso com 1400€ não é para todos - e por isso, a paixão foi rápida e passageira ao contrário do que cantou John Lennon...

It's a love that last forever
It's a love that has no past

LOBO #15





















As escolhas do mestre António Sérgio no suplemento "dependências" do jornal "O Independente" foram na maioria das vezes arriscadas e imprevisíveis. As de 7 de Setembro de 2001 recaíram sobre duas bandas de trajectos diferenciados - os South San Gabriel, magníficos e a que poucos deram atenção, tinham em Will Johnson um verdadeiro mago do lo-fi quase acústico, um refúgio mais melódico da verdadeira banda "modelo" de Johnson denominada Centro-Matic e que se extinguiu, aparentemente, em 2014. Lembramos bem algumas das suas canções que chegaram a ser tocadas ao vivo aquando do projecto Undertow Orchestra que o juntou a Mark Eitzel, David Bazan e Vic Chesnutt e que em Junho de 2006 se apresentou em pleno na sala grande da Casa da Música mas a que poucos, infelizmente, compareceram. Irrepetível, embora no ano seguinte tenha partilhado a solo um serão bracarense com Micah P. Hinson. Will Johnson continua muito activo entre a pintura, digressões a solo ou com os amigos e discos novos como o que se adivinha para Março próximo.
Sobre a outra escolha, curiosamente chamada Jackpot, a aposta, no nosso caso, passou totalmente ao lado. Elogiava-se a frescura das canções de um trio californiano em início de carreira mas de que nunca encontramos o rasto...    



quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

ITASCA, SINÓNIMO DE BELEZA!
















Circular em redor do nome Itasca pode sugerir uma série de graçolas à portuguesa. Neste caso, o que interessa é o que ele realmente esconde - um disco enorme chamado "Open To Chance" saído em Setembro passado que foi todo ele escrito e composto por Kayla Cohen, nome de baptismo de uma jovem talentosa crescida em Nova Iorque mas que em boa hora se mudou para Los Angeles em 2011, cidade onde se lançou na descoberta de diversos enigmas mitológicos escondidos pelo deserto. Há já um álbum de estreia de 2014 ("Unmoored by the Wind") que urge também descobrir e onde, simplesmente à guitarra, evidenciava desde logo muita da magia que podemos agora saborear em pleno e onde, acompanhada por uma banda, nos embriaga de beleza. Saber que menina esteve em digressão com Ryley Walker no final de 2016 e que ambos passaram por Vigo, certamente para um serão monumental, causa-nos ainda mais arrepios pela falta de comparência!        



MERING & ROSENBERG, DUPLA ABENÇOADA!





















A terceira edição do festival Marfa Myths que se realiza no deserto texano em Março reunirá durante quatro dias uma série de novos artistas cuja inspiração psicadélica e transcendental se misturam na perfeição - Jenny Hval, Julia Holter, Connan Mockasin ou Cate le Bon juntam-se a verdadeiras lendas como Roky Erickson ou Pharaoh Sanders, estando agendada uma inédita parceria ao vivo e em residência artística entre Weyes Blood e Perfume Genius. Antes e como resultado do segundo evento há um disco a editar no final do mês titulado Myths 002 (do inicial, em 2014, resultou também um 12" colaborativo de Connan Mockasin e Dev Haines/Blood Orange) onde harmoniosamente a menina Natalie Mering aka Weyes Blood e Ariel Rosenberg aka Ariel Pink colaboraram em quatro temas (dois deles versões) e no qual receberam a benção e a ajuda de Connan Mockasin e Andrew VanWyngraden dos MGMT. O esforço e o festival são uma concepção e promoção da Mexican Summer com sede em Brooklyn e da galeria de arte e animação cultural Ballroom Marfa.

3X20 JANEIRO















terça-feira, 10 de janeiro de 2017

MARK EITZEL, A RESPOSTA!

A segunda canção escolhida para ser destapada do novo álbum de Mark Eitzel a editar ainda este mês é precisamente "An Answer", confirmando a nossa dúvida de Outubro passado! O tema foi originalmente apresentado em versão acústica aquando da sua passagem por Guimarães em 2014 com o nome de "No Answer" mas o que podemos agora ouvir é ainda mais fabuloso. Prometido está um video apropriado como resultado de um desafio sobre dançar na cozinha...





segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

HALF WAIF PARA LÁ DO MARÃO!















Não podíamos acabar o ano sem a notícia, por antecipação, de um concerto inédito por perto - dia 2 de Fevereiro próximo a cidade de Vila Real recebe a visita exclusiva do projecto de Brooklyn Half Waif no âmbito da digressão europeia e que só em Espanha tem seis datas anunciadas! A oportunidade servirá para a promoção do álbum "Probable Depths", o segundo e excelente longa duração editado no corrente ano, e também para a estreia de algumas canções novas que caberão num EP a sair por essa altura. Promete!





FAROL #124












O canal americano por cabo Adult Swim é, como sugerido, uma plataforma televisiva dirigida a um público adulto, desempoeirado e, acima de tudo, informado. A comédia, o drama, a paródia ou a música são conteúdos conexos usados de modo experimental e arrojado como convêm. A partir de Maio passado e repetindo o projecto de 2015, o canal passou a editar uma série de singles em formato digital que somou trinta e um convites a artistas de diversas tendências e sonoridades com adesões de gente diversa como Ryan Hemsworth, Jenny Hval, Protomartyr ou Run The Jewels, entre muitos outros. A valente compilação em que cada tema tem uma capa de design diferente, pode e deve ser destapada por um simples click...

OLHA QUE DOIS!














A afamada loja inglesa Rough Trade elegeu "Post Pop Depression" de Iggy Pop como o disco do ano e, como resposta, recebeu um convite do artista para uma descontraída visita à sua casa de Miami a que se juntou o amigo Thurston Moore para umas bebidas frescas (em copos dos Stooges!) e muita e saborosa conversa. Houve ainda tempo para uma jam só para desenferrujar... Imperdível!



UAAU #358

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

PERFUMES (CAROS) DE GÉNIO!

A tendência de convidar artistas ditos alternativos para sonorizar spots ou campanhas de marcas consagradas da gama luxuosa acentuou-se nos últimos tempos sendo o exemplo da Burberry inglesa um caso paradigmático - depois de Benjamin Clementine o convite recaiu recentemente sobre Keaton Henson que, trajando um imponente casaco, aderiu à série acústica da marca com uma solitária rendição do tema "No Witness", tendo o seu clássico "La Naissance" servido de base sonora para campanha da marca lançada em Setembro passado. Na altura, o desfile de apresentação numa casa antiga do Soho londrino contou com a execução ao vivo pela London Simphony Orchestra do magnífico EP "Reliquary" composto em exclusivo pelo inglês Illa Eshkeri e que foi devidamente lançado via iTunes! Quem pode, pode...    







Outro nome associado comercialmente a uma gama alta de produtos é o norte-americano Mike Hadreas que nos habituamos a admirar pelo nome de Perfume Genius. Primeiro foi a Prada a pagar os direitos e não só do clássico "Can't Help Falling In Love" de Elvis Presley de que Hadreas fez uma excelente cover para o spot, claro, do perfume "La Femme e L'Homme" e que continua ainda disponível para download gratuito! Agora é a japonesa Toyota a investir numa campanha de fim-de-ano para a qual utilizou um argumento a puxar ao "sentimento" e onde se faz ouvir "Normal Song", um dos pontos altos do seu segundo disco chamado "Put Your Back N 2 It". Só bom gosto...




segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

GEORGE MICHAEL (1963-2016)













Irónico. Um último Natal também para George Michael!
Que o ano maldito acabe depressa... Peace!

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

SINGLES #42





















JOSÉ AFONSO - Natal dos Simples
Portugal: Orfeu, ATEP 6356, EP 45 RPM, 1969
A história desta canção de José Afonso foi já devidamente contada e recontada, um trilho que a revista Visão fez o favor de percorrer no primeiro mês de 2016, o tal onde se cantam as Janeiras. "Vamos Cantar As Janeiras"... este verso tantas vezes ensaiado em plena sala de aula da primária ficou-nos sempre na memória e a insistência na prática tinha um propósito: um coro colectivo de miúdos e miúdas de bata branca reunidos à volta de uma árvore de Natal no átrio frio da escola de soalho de madeira, muita timidez e, com sorte, um beijinho da professora e votos de "Bom Natal"! Longe do pensamento estavam preocupações sobre quem era o autor da canção, as suas conotações políticas ou outras subtilezas líricas já que, mesmo sem direito a qualquer presente ou sequer um docinho, o importante é que o período de férias estava à porta e as brincadeiras com os primos e amigos da rua já tardavam. O tema tornou-se um tradicional de época e logo em 1970 a própria Amália Rodrigues não resistiu a gravar uma versão mais ligeira e orquestrada que faria parte de um single e a que no lado B acrescentou "Balada do Sino", um outro original de Afonso incluído neste EP ao lado do tema título, de "O Cavaleiro e o Anjo" e "Saudadinha". Tirando este último, os temas estavam presentes no disco "Cantares de Andarilho" que marcou em 1968 a ligação a Arnaldo Trindade e à ORFEU e onde José Afonso, acompanhado simplesmente pela viola de Rui Pato, apostou na recuperação de formas mais tradicionais da música portuguesa. O single EP é hoje uma raridade ainda bem valorizada e é também conhecido como "José Afonso Óscar da Imprensa" já que na contracapa se faz alusão, bem impressa, a esse prémio que recebeu por parte da Casa da Imprensa em 1969 relativo ao melhor álbum com o referido "Cantares de Andarilho". A partir daqui o envolvimento político torna-se irreversível e à simplicidade de uma guitarra e voz passam a juntar-se outros instrumentos, outros cantores, uma maior sofisticação da composição e produção e uma cada vez mais fina malha de vigilância política. Para trás e para todo sempre a ecoar na nossa escola ficará o eterno
Pam-pararan-ri-ri
Pam-pararan-ri-ri
Pam, pam, pam, pam...

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

UAUU #357

AGNES OBEL, MAGIA AO VIVO!

A lindíssima Agnes Obel passou em Setembro por Paris para a apresentação do terceiro álbum "Citizen of Glass" e o momento foi devidamente registado pelo canal Arte no cenário imponente do Collège des Bernardins, um edifício do Século XIII pertinho do Sena e com uma programação cultural assinalável. Perfeita magia!

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

3x20 ESPECIAL 2016











20 CANÇÕES X 20 ÁLBUNS X 20 CONCERTOS
+ 10 Low + 10 High 2016
Do nosso 2016 elegemos isto... e já não é pouco!

20 Canções:
1. THE DIVINE COMEDY - To the Rescue »
2. DRUGDEALER - Suddenly »
3. CASS McCOMBS - Opposite House »
4. KEVIN MORBY - Drunk and on a Star »
5. THE LAST SHADOW PUPPETS - Aviation »
6. JULIANNA BARWICK - Beached »
7. WHITNEY - No Woman »
8. RYLEY WALKER - The Roundabout »
9. BIG THIEF - Interstate »
10. LAURA GIBSON - Not Harmless »
11. ANGEL OLSEN - Those Were the Days » 
12. DAVID BOWIE - Dollar Days »
13. CAR SEAT HEADREST - Drunk/Killer Whales »
14. METRONOMY - Night Owl »
15. ANDY SHAUF - Eyes of Them All »
16. HOPE SANDOVAL & THE WARM INVENTIONS - Let Me Go There (feat. Kurt Vile) »
17. THE STROKES - Oblivious »
18. PETER BRODERICK - Sometimes »
19. BAT FOR LASHES - Sunday Love »
20. FOXYGEN - Follow the Leader »

20 Álbuns: 
1. KEVIN MORBY - Singing Saw
2. DAVID BOWIE - Blackstar
3. BIG THIEF - Masterpiece
4. RYLEY WALKER - Golden Sings That Have Been Sung
5. JULIANNA BARWICK - Will
6. ANGEL OLSEN - My Woman
7. CASS McCOMBS - Mangy Love
8. LAURA GIBSON - Empire Builder
9. RADIOHEAD - A Moon Shaped Pool
10. WHITNEY - Light Upon the Lake 
11. THE DIVINE COMEDY - Foreverland
12. ANDY SHAUF - The Party
13. JESU/SUN KILL MOON - Jesu/Sun Kill Moon
14. DRUGDEALER - The End of Comedy
15. BADBADNOTGOOD - IV
16. DEVENDRA BANHART - Ape In Pink Marble
17. CASE/LANG/VEIRS - Case/Lang/Veirs
18. ALEX CAMERON - Jumping the Shark
19. WEYES BLOOD - Front Row Seat To Earth
20. LEONARD COHEN - You Want It Darker

20 Concertos:
1. BRIAN WILSON, Primavera Sound, Porto, 10 de Junho »»
2. CAR SEAT HEADREST, Primavera Sound, Porto, 11 de Junho »»
3. KEVIN MORBY, Auditório de Espinho, 25 de Novembro »»
4. WILCO, Palácio de la Opera, A Coruña, 29 de Junho »»
5. PETER BRODERICK, Casa da Música, Porto, 3 de Novembro »»
6. SCOTT MATTHEWS, Casa da Criatividade, São João da Madeira, 28 de Outubro »»
7. ALEX CAMERON, Café Au Lait, Porto, 20 de Outubro »»
8. CATE LE BON, Primavera Sound, Porto, 11 de Junho »»
9. WEYES BLOOD, CCVila For, Guimarães, 3 de Dezembro »»
10. LAURA GIBSON, CAV, Coimbra, 16 de Setembro »»
11. PJ HARVEY, Primavera Sound, Porto, 10 de Junho »»
12. ORCHESTRA OF SPHERES, Teatro Rivoli, Porto, 3 de Junho »»
13. ALEX ZHANG HUNTAI, DAVID MARANHA, GABRIEL FERRANDINI, Serralves em Festa, Porto, 5 de Junho »»
14. JULIANNA BARWICK, GNRation, Braga, 28 de Novembro »»
15. HEATHER WOODS BRODERICK, Convento de São Francisco, Coimbra, 18 de Novembro »»
16. CASS McCOMBS, Primavera Sound, Porto, 10 de Junho »»
17. KRISTIN McCLEMENT, O Meu Mercedes..., Porto, 4 de Abril »»
18. WILD NOTHING, Primavera Sound, Porto, 9 de Junho »»
19. HANNA HEPPERSON, Maus Hábitos, Porto, 13 de Outubro »»
20. JACCO GARDNER, CCVila Flor, Guimarães, 23 de Janeiro »»

10 Low:
. a imprevisibilidade explosiva de uma Trumpalhada;
. a fatal arrogância tuga de um ministro da cultura ;
. a confusão brasileira a cheirar a golpe num país adiado;
. o cartaz fraquinho, fraquinho de Paredes de Coura;
. um incómodo Nobel literário;
. a lenta e tardia saída inglesa da UE;
. a confusão anárquica do trânsito na baixa do Porto;
. a degradante prisão de um fugitivo em directo televisivo;
. a quase extinção da crítica musical no "Ipsilon/Público";
. George Martin, Prince, Sharon, Cohen, Bowie... Peace!

10 High:
. o minuto 109, o chuto do Éder, o delírio colectivo, o melão francês;
. um presidente da república em modo pop eficaz;
. a conversa e os autógrafos com os seis Wilco, finalmente;
. o novo homem ONU, um português de consensos... esperemos;
. a polémica José Cid vs Bragança de que já ninguém se lembra;
. a menina Cate Le Bon no Parque da Cidade... uau!
. ter os famosos Miró depositados, mas à vista, na cidade;
. a boa onda colectiva embalada pelas canções de Brian Wilson;
. o regresso do bom vinil à radio pela mão de Joaquim Paulo/Antena3;
. a chegada serena dos 50 entre amigos e família!

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

PRIMAVERA SOUND PORTO: OS NOMES!

Vejam o filme rodado na Invicta e descubram os nomes para o próximo Primavera Sound Porto! Algumas boas surpresas e, como sempre, algumas desilusões. Check!