terça-feira, 19 de maio de 2009

ANTONY & THE JOHNSONS, Coliseu do Porto, 18 de Maio de 2009


Com céus púrpura, azul ou laranja, mas sempre descobertos, levantamos voo há três horas atrás, ou seja, desde que uma bailarina bateu as asas. Aterramos algumas vezes, principalmente quando Antony fez alguns “comícios” políticos, religiosos ou que alguém o pediu em casamento! Pairamos e planamos no escuro com “One Dove”, “You’re my sister” ou “ I Fell in Love With a Dead Boy”, entramos em loop com “Shake that Devil” e o poço de ar “Aeon” não nos deu volta à barriga. Sobrevoamos montanhas em “Hope Moutain” e estivemos pertinho de Jesus Christina. Vimos nuvens ao longe, mas uma brisa de nome “Twilight” fez-nos adormecer. Acordamos quando "Hope There's Someone", no final, nos fez levantar da cadeira com o cinto há muito desapertado. Um voo tranquilo e seguro. Uma viagem sublime, pertinho da perfeição.

4 comentários:

Teresinha disse...

GÉNIO!!!!
:)

Espreita o meu blog ...
:P

Anónimo disse...

A palavra que utilizo é mesmo sublime !!

JMiguel Neves disse...

cara Teresa,
Essa foto com o artista foi no Coliseu?

AP disse...

Bom, muito bom. É impossível não se sair tocado de um concerto daqueles, nada menos que genial!