sexta-feira, 8 de abril de 2011

VARIAÇÕES DE SYLVIAN
















O estranho, mas imaculado, disco "Manafon" de David Sylvian, editado em 2009, terá em breve uma edição diferente com a inclusão de seis novos originais resultantes de diversas colaborações de músicos e improvisadores contemporâneos. Sylvian, que continua a apostar na experimentação e partilha de sonoridades, convidou, entre outros, o compositor Dai Fujikura e os produtores Jan Bang e Erik Honoré para construir variações inéditas a partir dos originais de "Manafon". O resultado é "Died in The Wool - Manafon variations", disponível na sua editora em Maio com design magnífico de George Bolster. Acrescenta-se um segundo disco com uma instalação audio comissionada para a Bienal das Canárias de 2008-2009 de nome "When We Return You Won't Recognise Us". O trabalho teve por inspiração uma pesquisa genética sobre a referida ilha que prova que, apesar da colonização espanhola e do comércio de escravos, três quartos da população mantêm a sua linhagem aborígene. Ainda este ano, o Festival Punkt na Noruega receberá novamente esta instalação, dando continuidade a uma série de colaborações anteriores com o mesmo evento, existindo até uma belíssima peça ao vivo de Jan Bang disponível para download gratuito.  
Entretanto, Sylvian participa amanhã num evento de solidariedade com as vítimas do terramoto no Japão, para o que gravou algumas leituras de poesia a ser usadas durante a perfomance do amigo Ryuichi Sakamoto.    

Sem comentários: