terça-feira, 17 de julho de 2018

ZONA DE CONFORTO, A DESPEDIDA!










São cada vez mais raros os bons programas de autor na rádio portuguesa. Um dos poucos exemplos a ocupar uma antena de norte a sul chamava-se "Zona de Conforto" e tinha em Pedro Adão e Silva um caso de amor muito próprio aos seus artistas, bandas ou cantautores e onde se combinavam excelentes novidades com clássicos de um bom gosto irrepreensível. Mas como em tudo na vida, o que é bom não dura para sempre e a última edição foi para o ar na passada sexta-feira, já sábado, sem muitas explicações, o que para um programa com seis anos de existência acaba por ser um pouco incompreensível senão desrespeitoso para ouvintes assíduos como nós. Paciência... mas desconfortável!

2 comentários:

Pedro Adão e Silva disse...

meu caro, muito obrigado pelo texto e aqui vão as explicações possíveis: faço muitas coisas e, por vezes, torna-se muito difícil conciliar tudo. gostei muito de fazer a zona de conforto, mas era um programa que fazia, como se usa dizer, graciosamente e tenho muitas obrigações profissionais (e terei mais a partir de setembro na faculdade) que me consomem demasiado tempo. não dava mesmo para continuar - com pena minha e também da direção da TSF. abraço

JMiguel Neves disse...

Ainda agora acabou e já estou cheio de saudades.
Faltou o "Time of No Reply" e aquele "there`s no hello and no goodbye/to leave there is no way" ;-)
A música terminou mas a canção não acabou!
Abç e obg.