quinta-feira, 15 de novembro de 2018

MERCURY REV, VISITA A BOBBIE GENTRY!

O nome de Bobbie Gentry pode não ser muito conhecido na Europa mas a cantora goza de fama antiga pelos Estados Unidos muito à custa de ter sido das primeiras mulheres a compor e produzir as suas próprias canções de raízes especadas à volta do Mississipi e do sul do país. Em plenos anos sessenta alcançou vários hit singles tendo "Ode to Billie Joe" chegado a número um em 1967 ao longo de várias semanas, o que a trouxe a Inglaterra onde florescia uma base de fãs assinalável. O seu segundo álbum "The Delta Sweete" lançado no ano seguinte abordava de forma conceptual a sua infância em Chickasaw County em pleno Mississipi, onde se denotam as capacidades inatas de misturar o folk, os blues, o country e até a velhinha soul de forma seminal acompanhada da sua inseparável pequena guitarra. O disco, votado ao esquecimento como acontece a muitos tesouros, teria várias sequências mas o sucesso inicial não se viria a repetir o que a levou cedo a desistir da carreira e das actuações ao vivo no início dos anos setenta.

Como sempre nestes casos, o tempo para destapar e escavar o tesouro parece estar a chegar. Inspirados neste álbum (não esquecer, por exemplo, "The Delta Sun Bottleneck Stomp"), os Mercury Rev criaram e 1998 uma outra ode à América profunda de nome "Deserter's Songs", uma expedição sonora que teve comemoração a preceito ao longo do corrente ano mas que continuará a ser evocado já em Fevereiro próximo. Através da Bella Union, a banda anunciou o lançamento de "Bobbie Gentry's The Delta Sweete Revisited", isso mesmo, uma reinterpretação das canções do disco-mãe que conta com a ajuda na produção de Jesse Chandler dos Midlake e no qual surge uma série imbatível de colaborações e ajudas, a saber: Vashti Bunyan, Rachel Goswell (Slowdive), Hope Sandoval (Mazzy Star), Lucinda Williams, Beth Orton, Norah Jones, Marissa Nadler, Susanne Sundfor, Phoebe Bridges, Kaela Sinclair (M83), Clarice Van Houten ou a grande Laetitia Sadier. Aqui fica a primeira "visita" a cargo de Margo Price.





Sem comentários: